sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Terror em Outubro IV - Cruella De Vil

Era pra eu ter feito este post ontem, mas tava mó down, aí não deu. Tô vendo que mesmo sem os demônios duplicados dos Dias das Bruxas passados, eu não vou me ver livre de demônios neste Dia das Bruxas. E vocês não vão se ver livre de nossa quarta vilanice: Cruella De Vil. E hoje nós vamos conhecer um pouco da trajetória bibliográfica desta vilã tão icônica e amante dos seres-mortos.


Não deve ser difícil de imaginar que Cruella foi uma criança mimada e geniosa. Seus pais concediam-lhe tudo que ela desejava, de tal forma que, além dos casacos de peles, ela já tinha pintado o cabelo de preto e branco e já fumava na piteira com seus 12 aninhos de vida. Crianças, não tentem fazer isso em casa nem em lugar nenhum.



Alguns anos depois, Cruella cursa faculdade de moda (por algum motivo, ela nunca passou na matéria "Moda e Ecologia"; quem faz moda sabe do que eu tô falando) e foi lá que ela conheceu uma pessoa que marcaria sua história e influenciaria extremamente sua vida: Yzma. Não sei o quanto elas se conheceram, tirem suas próprias concusões, garotos e garotas criativos.



Mesmo não concluindo todas as matérias, Cruella conseguiu o Certificado de Conclusão do Curso de Moda. "Passar em todas as matérias é pura burocracia", dizia ela. E, após esse período universitário de várias descobertas, Cruella se tornou uma bem-sucedida... talvez estilista, conhecida londrinamente por Cruella De Vil (isso não é sobrenome, é nome artístico; o sobrenome da Cruella é Do Livramento Silva), e guetamente por Cruella Cruel.



Bem, a idade chega para todos. E além da falta de carnes, Cruella passou a ser conhecida por sua artéria anti-ecológica, o que a fez ser exilada do cerne dos desfiles de moda londrinos. E aqui começa a grande saga Cruella x 101 dálmatas.



Cruella pode perder a batalha, mas nunca a pose. E ela sempre volta. Quando você estiver sonhando, ela estará lá. Quando você estiver banhando, ela está lá. Quando você estiver perdido nos beijos mais entorpecentes de seu(sua) amado(a), ela estará lá. Pronta para escalpelar você, e nem queria saber o que ela faz com os carecas!



Domingo é Dia das Bruxas e vocês já sabem o que fazer.
Que nenhum ensandecido crave uma adaga em seu olho e RODE!

2 comentários:

  1. A Cruela é perfeita .o.

    ResponderExcluir
  2. Malvina do Livramento Silva ou melhor, Malvina Cruella De Vil, a mulher com o nome perfeito

    ResponderExcluir